QUEM VOCÊ SERIA NA GUERRA?

Na guerra da Ucrânia, são frequentes as imagens das pessoas fugindo com animais domésticos

10/03/22

Por: Sabrina Pires

Foto: Reprodução redes sociais Reuters

As bombas explodem na vizinhança e você? Insistiria em ficar nas terras onde nasceu? Na casa onde

colocou todas as economias? Sairia levando o quê? Deixaria seu carro? Seus pertences?


As imagens que chegam da Ucrânia mostram que a sobrevivência fala alto. E sair correndo pela própria vida é instintivo. Claro, há quem fique. Afinal, outros valores também têm força visceral.


Mas ao ver a fuga incluir animais como parte da família, como quem não pode ser deixado pra trás de jeito nenhum.. parece que temos avanços na sociedade. Um mundo que, em partes, respeita vínculos além dos humanos. E apesar da guerra em si nos colocar de volta à pré-história, algumas cenas carregam algum futuro.


Quem eu seria na guerra? Certamente alguém que leva um cachorro - como na foto. Mesmo que não fosse meu, a vida importa. E você? Quem seria nessa guerra?

Sabrina Pires

Jornalista apaixonada por animais e natureza e criadora do "E aí, bicho?", espaço jornalístico que trata das relações entre bichos e humanos.