93 TONELADAS DE TAMPINHAS “PAGAM” 3 MIL CASTRAÇÕES DE ANIMAIS EM ONG DE SP

No último ano, Ecopatas dobrou número de cirurgias que evitam multiplicação de bichos abandonados nas ruas

3 de agosto de 2021 02:00:00

Por: Sabrina Pires

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
Na Ecopatas, material reciclado vira castração de animais carentes. Reprodução: redes sociais

Na Ecopatas, material reciclado vira castração de animais carentes. Reprodução: redes sociais

Imagine o que seriam 93 toneladas de tampinhas espalhadas pelo meio ambiente? Junte a essa conta mais 5,5 toneladas de lacre de latinhas. Mobilizar centenas de pessoas para retirar esse material do lixo - ou da natureza - para encaminhar para a reciclagem já valeria comemoração.


Mas a festa é maior que isso. A ong Ecopatas de São Paulo conseguiu custear três mil castrações de animais carentes com a venda do material arrecadado. A marca foi alcançada nesta terça-feira, 3 de agosto.

“Ainda vem muita coisa junta que não serve pra gente: tampa de metal, rolha, pilha, cápsula de café, blister de remédio… a gente nunca pediu isso”, explica Lúcia.

O projeto existe há três anos, mas foi no meio da pandemia que as doações dobraram. E o número de castrações de animais também. Só em 2021, já foram 1.376 cirurgias. Essa é a forma de evitar que bichos que têm responsáveis, mas moram em áreas carentes ou cães e gatos comunitários não se multipliquem e aumentem o problema de abandono nas ruas.


Segundo Lúcia Fragoso, bióloga e idealizadora do projeto, o desafio ainda é as pessoas doarem apenas os materiais corretos: tampinhas plásticas e lacres de latinhas. “Ainda vem muita coisa junta que não serve pra gente: tampa de metal, rolha, pilha, cápsula de café, blister de remédio… a gente nunca pediu isso”, explica Lúcia. Além de fazer com que voluntários percam tempo em identificá-los, sobra para o projeto a destinação correta desses itens.


Outro ponto a avançar é a triagem. “Pedimos ou para as pessoas mandarem já separado por cor que isso facilita muito nosso trabalho, ou ir lá participar das triagens”.

No episódio 32 no YouTube do “E aí, bicho?” conversamos com a Lúcia sobre o Ecopatas.sp, um dos episódios mais vistos do canal. Se você não assistiu ainda, acompanhe e deixe seu comentário!

Ecopatas no YouTube do "E aí, bicho?"

Serviço:

Encontre no Facebook da @ecopatas.sp a lista de pontos de coleta


Para ir pessoalmente ser voluntário na triagem: rua Cangaíba, altura 4188, altura da caixa d’água da Sabesp.

Indicações do que encaminhar para ONG

Indicações do que encaminhar para ONG

Mandar tampinhas plásticas separadas por cor ajuda ainda mais

Mandar tampinhas plásticas separadas por cor ajuda ainda mais